Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Reprodução

O tópico de reprodução destes animais é sem dúvida o mais fascinante, na nossa opinião. As dáfnias reproduzem-se de duas formas distintas, uma sexuada e outra assexuada. Ao processo de reprodução assexuada, isto é sem a intervenção de gâmetas (células sexuais) machos chamamos partenogénese. Esta ocorre normalmente no verão quando as condições são ideais. Depois de uma mudança de carapaça aparecem entre 2 e 20 ovos na bolsa que as fêmeas têm no abdómen e na próxima mudança de carapaça estes ovos já desenvolvidos para pequenos clones da mãe são largados. Estes novos animais nascem já muito desenvolvidos e poucos dias depois já serão capazes de ter uma ninhada própria. A partenogénese aumenta exponencialmente o tamanho da colónia, durante este período há poucos machos. Em épocas frias com pouco alimento a reprodução sexuada produz ovos que são largados no fundo onde podem sobreviver em desenvolvimento suspenso durante até 20 anos em gelo e seca até as condições estarem mais favoráveis. Normalmente é na próxima primavera que estes ovos eclodem.

 

 

publicado por daphniabio às 16:15
link do post | comentar | favorito
|

Sobre Nós

pesquisar

 

Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
26
27
28


posts recentes

A Daphnia Magna e os cora...

Fim

Classificação de Seres Vi...

O poster da UNIÃO

O Clube Dafnia

Reprodução

Habitat

Classificação/Morfologia

Jornadas das Ciências

Catch me if you can

arquivos

Fevereiro 2009

blogs SAPO

subscrever feeds